As Castas



   
 

Podem usar-se cerca de trinta castas para produzir vinho do Porto, mas hoje em dia apenas se utilizam cinco ou seis das melhores castas em novos plantios.

Na sua maioria são castas autóctones da região do Douro e são específicas para a produção de vinho do Porto. Estas incluem a densa e concentrada Touriga Nacional, a encorpada e aromática Touriga Francesa, a firme e finamente constituída Tinta Roriz e a intensa e perfumada Tinta Barroca.
 
As uvas são colhidas à mão e a vindima geralmente começa na segunda quinzena de setembro, embora possa começar mais cedo nas áreas mais quentes situadas a leste.