Brandy Croft regressa a casa

10/02/2019

   
 

Após vários anos de gestão e distribuição por empresas multinacionais, o Brandy Croft, uma das marcas de destilados portugueses com maior notoriedade, vai regressar à "casa mãe”. A Croft acaba de anunciar a aquisição, recuperando agora o controlo total sobre a marca.

Adrian Bridge, director-geral da Croft, vê com "muita alegria este regresso do Brandy Croft à origem, um ano após a celebração dos seus 430 anos de história. Com esta aquisição, quisemos recuperar o controlo sobre todas as fases após a produção, que já era feita por nós, focando no marketing e na comercialização, e reforçando o já forte reconhecimento que a marca tem junto dos portugueses há mais de meio século. Por outro lado, este novo cenário vai tornar possível potenciar sinergias entre estes dois produtos da Casa Croft: o vinho do Porto e o brandy”.
 
A nova fase da marca conta com nova distribuição, que passou a ser assegurada pelo Grossão, empresa detida pelo grupo The Fladgate Partnership, à qual pertence também a Croft.
Luís Sequeira, administrador-delegado da distribuidora, explica que "o Brandy Croft é uma marca de forte tradição no mercado nacional onde goza de excelentes níveis de notoriedade. Estamos, por isso, entusiasmados com este regresso e apostados em recuperar e alargar a sua visibilidade em Portugal bem como conquistar novos consumidores.”
 
 
 
No mercado desde o início da década de 60, altura em que a casa Croft investiu no alargamento e diversificação a sua gama de vinhos do Porto, o Brandy Croft afirmou-se como um verdadeiro caso de sucesso, sobretudo em Portugal, conquistando seguidores fiéis, geração após geração.
 
O Brandy Croft é produzido a partir de uma selecção de aguardentes vínicas, com diferentes estágios de envelhecimento. Após composição do lote final é obtido um brandy de paladar rico, aveludado e seco, que apresenta notas de carvalho. O seu aroma sugere ainda nuances de caramelo, amêndoas tostadas e frutos secos.