Croft Quinta Roêda Vintage 2015

Croft Quinta Roêda Vintage 2015

A Croft lançou um Vintage Quinta da Roêda da excelente vindima de 2015. Ao anunciar este lançamento, o Diretor Geral da Croft, Adrian Bridge, comentou: "Estamos muito satisfeitos com a qualidade deste Vintage Quinta da Roêda. O investimento que fizemos na vinha continua a dar frutos em termos da qualidade consistente dos vinhos”. Acrescentou: "O carácter sedutor deste Vintage Quinta da Roêda é típico da vindima de 2015. Este vinho irá atingir a sua maturidade até 2025 mas continuará a revelar toda a sua elegância e complexidade durante mais 20 anos.” António Magalhães, Diretor de Viticultura da Croft, sublinhou: "As condições sanitárias das uvas eram excecionais. Dias quentes e noites frescas permitiram fermentações longas e extrações equilibradas durante toda a vindima.”

 

Notas de Prova

Centro de cor púrpura opaca, com uma auréola magenta viva. No nariz apresenta os caraterísticos aromas a bagos maduros e compota dos Vintages da Quinta da Roêda, que combinam com toques exóticos de fruta tropical e subtis aromas a ervas aromáticas.

As notas a alcaçuz, chocolate negro e especiarias reforçam o seu caráter opulento. No palato apresenta-se macio, suave e rico, com sabor a compota de frutos silvestres. A textura sedosa do vinho é sustentada pelos taninos perfeitamente integrados que emergem no final, conferindo-lhe uma atrativa força e vigor. Com um nariz fino e sedutor, característica comum aos Vinhos do Porto Vintage de 2015, irá continuar a ganhar elegância e complexidade ao longo das próximas três décadas.

Notas sobre o Ano Vitícola e a Vindima

Os enólogos da Croft vão recordar a vindima de 2015 pelas condições sanitárias perfeitas das uvas provenientes tanto da vinha velha como das vinhas mais recentes. O ciclo vitícola foi antecedido por pouca precipitação durante os meses de inverno, com a estação meteorológica da Quinta da Roeda a registar valores de apenas 66% relativamente à média dos últimos dez anos. No entanto, a chuva que caiu no início do inverno foi suficiente para fornecer alguma água ao solo e assim evitar a seca. O início da primavera também foi seco, o que foi importante para garantir uma colheita perfeitamente sã. A continuação do tempo seco e os picos de calor que se fizeram sentir no fim da primavera e início do verão, prenunciavam uma vindima precoce.

Contudo, a partir do fim de julho até ao início da vindima em setembro, as condições de maturação mantiveram-se equilibradas e os cachos, embora com rendimentos mais baixos devido ao ano seco, estavam em perfeitas condições. Sem surpresa, a vindima iniciou-se relativamente cedo na Quinta da Roêda, a 7 de Setembro e os enólogos da Croft registaram uma excelente extração. À exceção de dois dias de chuva, a 15 e 16 de setembro, toda a vindima decorreu em excelentes condições, com dias de sol quentes e noites frescas.


 

James Suckling

Um vinho do Porto Vintage, doce e genuíno, com taninos elegantes e um complexo fim de boca com sabores frutados e notas minerais. Um vinho delicioso mas que será ainda melhor em 2022 - 92 Pontos



Mark Squires/Wine Advocate

O Roêda Vintage Porto 2015 não é demasiado concentrado, apresentando-se sedutor no palato devido ao seu carácter frutado, saboroso e refinado. No copo demonstra alguma capacidade para evoluir e desabrochar. Na minha opinião, hoje em dia, tendo a achar que os vinhos da CROFT são de alguma forma subestimados. Desde a aquisição da marca pela Fladgate Partnership há 15 anos, os resultados têm sido cada vez melhores. - 92 Pontos

 

José João Santos/Revista de Vinhos

Púrpura. Nariz de esteva e de chocolate, de amora e de groselha preta. A elegância que os aromas antecipam confirma-se na boca. É um Vintage guloso e fácil de se gostar, que combina de forma irresistível fruta e chocolate. Já dá prazer bebê-lo, mas mais uns anos em cave vão deixá-lo ainda melhor. - 18 Pontos

 

João Afonso/Vinhos Grandes Escolhas

Feito a partir de 5 componentes finais (cada componente pode ser feito a partir de uma ou mais parcelas). Muita esteva, leve cedro, alguma ameixa com figo, fenólico e estruturado no aroma, resinoso, sério. Na boca tem um corpo fantástico, cheio de matéria, fruto educado e no lugar sem excessos, todo tanino elegante, final longo, largo e especiado. - 18 Pontos