Croft Vintage Port 2016

Croft Vintage Port 2016

Notas de Prova
Núcleo de intensa cor rubi com bordo roxo vivo. O nariz exibe um frutado de morangos maduros e groselha preta e notas resinosas de esteva e eucalipto que são a essência do estilo Croft. O paladar abre com uma vaga de deliciosos sabores a frutos silvestres e é suportado por uma densa trama de taninos muito unidos. Embora o vinho exiba algum do carácter cheio e voluptuoso de anteriores vintages da Croft, a dominante está na simetria e finesse. A característica fruta exuberante e os inebriantes aromas de ervas aromáticas estão cuidadosamente integrados, tornando este vinho um clássico nas suas proporções. Um elegante e aromático Porto Vintage, perfeitamente equilibrado entre opulência e contenção.
 
 
Ano vitícola 2016
O ano vitícola no Vale do Douro começou com uma Primavera muito húmida. Em Abril e Maio, caíram 249 mm de chuva na Quinta da Roêda, quase três vezes a média da última década. Esta precipitação foi bem-vinda após as condições muito secas de 2015 e ajudou a restaurar as reservas de água subterrânea na Roêda e em todo o Vale do Douro. Como resultado da Primavera fresca e húmida, a época de amadurecimento começou tarde. O pintor começou a ser observado por volta do dia 11 de Julho e coincidiu com o início do tempo muito quente e seco, que perdurou até meados de Setembro. Durante a época de maturação, a estação meteorológica da Quinta da Roêda registou 13 dias com temperaturas superiores a 40°C. Apesar do calor, devido às abundantes reservas de água subterrânea e ao ciclo tardio, a maturação foi lenta e uniforme. No final de Agosto, a maioria das uvas estava longe de estar madura.
 
Em meados de Setembro, um período de chuva ajudou a acelerar e completar o processo de amadurecimento. Na segunda quinzena de Setembro e em Outubro, o tempo permaneceu bom, proporcionando condições ideais de vindima. As baixas temperaturas nocturnas ajudaram a prolongar os tempos de fermentação e permitiram a extracção gradual e suave, um factor que contribuiu para a elegância e finesse dos vinhos de 2016 e a qualidade dos taninos. A colheita na Croft da Quinta da Roêda começou no dia 17 de Setembro.